sábado, 19 de novembro de 2016

Andy Panda - The Painter and the Pointer (1944)

The Painter and the Pointer

Lançado em 18 de Dezembro de 1944, protagonizado pelo Andy Panda. Andy Panda é o pintor e seu cão Butch é o ponteiro e Andy está tentando pintar um retrato de Butch fazendo o que um cão caçador de pássaro faz... parado e apontando para um grupo de aves. Mas Butch não consegue ficar parado. A solução de Andy é fraudar uma arma para disparar se Butch mover um músculo. Butch resiste as todas as tentações de ele se mover, mas um par de aranhas (sim, aranhas!) saem da sua teia para jantar o cão. E acontece muita confusão.



O curta é bem violento, eu tenho pena do cão que infelizmente passa por uma boa confusão e quase leva um tiro por acidente no final. Imagina você prestes a morrer, e virar comida de uma dupla de pragas, realmente é bem pesado. Este foi um dos curtas mais violentos da fase anos 40 dos estúdios Lantz. A trilha dá o tom imponente as cenas.
 

Uma curiosidade: Há alguns anos atrás, por volta de 2007/2008 quando vi este curta pela primeira vez, fiquei surpreso pelo Andy Panda estar de um visual diferente, pesquisei e descobri que este panda é o primo do Andy Panda. Até hoje, não sei dizer se esse é o verdadeiro Andy Panda ou o primo dele. Não há dados históricos ou comprovados do porque o visual do Andy Panda ter sido mudado neste episódio.



A dublagem brasileira é sensacional. Da BKS, estúdio de dublagem responsável por dublar praticamente a década de 1940 inteira.



O curta daria um boa história nos quadrinhos. Aliás, nos anos 40 o Andy Panda era muito presente nos gibis do Walter Lantz.

Há uma certa semelhança na relação entre Andy Panda e Butch e Mickey e Pluto da Disney, talvez seja uma referência dada por Dick Lundy? Andy Panda seria o Mickey, papel claramente inspirado visto em seus episódios desde 1942 e Butch seria o Pluto, o cobaia e o alvo de seres minúsculos.

Matt Groening, criador dos Simpsons mencionou este desenho animado  em uma lista de "coisas que me assustaram quando criança".

Muitos especialistas em animação clássica disseram que essa versão do Andy não deu certo e no ano seguinte, 1945, o panda ficou mais simpático em Corvo Maluco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário